quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Covardia ou Valentia ?

Sendo que todos ou quase todos,para não se tornar ofensivo,ostentam uma máscara protectora que os impede de deixarem que outros lhe tirem retratos de alma,a questão predomina sempre :" Covardia ou Valentia"?!
Se esses que a ostentam se apresentam como seres fragilizados,empurrados pela vida,magoados pelo tempo,cegos pela obsessão de se mostrarem seres límpidos,transparentes,que se levantam e defendem aquilo de que são feitos,que são feitos de alma sem uma sobrecarga de matéria orgânica que os torna covardes então, ainda existe esperança e a palavra Valentia ganha vida!!!Nada os impede de se mostrarem como seres autenticos que são,e nada impedirá o facto de lhes correrem lágrimas pelo rosto quando são confrontados com os famosos mendicantes de faculdades mentais que,quase sempre,se tentam nivelar aos Valentes que não se deixam intimidar pelo medo que o próprio mundo lhes incute!
O que nos vale,é que ainda há muita gente valente,com uma enorme sede de conhecimento,que sentem o que quer que tenham de sentir sem pedirem permissão àqueles que lhes roubam a capacidade de sonhar.E isso tende a ser produtivo.

2 comentários:

Ramoa disse...

Um dia escrevi:

"Muitas vezes dei por mim a pensar o que mudaria em mim se pudesse.
Olhava para o meu albúm de fotografias e pensava...pensava... Foi então que reparei que não era a minha aparência que precisava de uma plástica, mas sim a maneira como encaro as adversidades da vida.
Até agora eu era aquele que concordava com tudo, sempre disponível a ajudar os outros, sem pensar primeiro em mim, sem fazer o que realmente quero... Agora eu sei que não vou a lado nenhum sendo assim... Foi por isso que egoístamente, sem exageros claro, resolvi pensar mais em mim e fazer algo para mudar isso.
A palavra chave foi "ATITUDE".
Cheguei à conclusão que uma pessoa sem atitude é como um leão amestrado que, apesar de todo o seu poder e de ser o rei da selva, faz tudo o que o domador comanda.
Eu não quero ser um leão amestrado, viver numa jaula e fazer o que me é exigido.
Quem manda na minha vida sou eu e para concretizar os meus sonhos sei que tenho que avançar com as garras de fora e lutar por aquilo que acredito, sem medos, receios ou complexos.

Atitude, essa é a palavra chave..."

Por isso minha amiga, solta as garras e luta pelos teus princípios e não deixes que nada nem ninguém te impeçam de ser feliz...
Beijinho amiga

Dreamer disse...

Qanto a tua última frase d teu texto, isso nao tende a ser produtivo, isso é extremamente produtivo, aliás é aqilo q dvia ser alvo exclusivo de produção!! ;)

Ah menina só pa t dzer q tu pertences ao grupo de Valentes (és das pessoas escassas q conheço q a ele pertencem!) :D E cnt e com os teus ensinamentos, cresci, ainda cresço e espero um dia tb a esse grupo pertencer!! Eu era um bocadinho cm o 'leao amestrado', ostentava a tal 'mascara protectora'... Mas eu ainda tenh esperança a vir ser um dos Valentes, não amedrontados plos meias-lecas ds cobardes! :P

Tua discipula :)))