quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Para não deixar morrer...!

Hoje regresso, para não matar o que tendo sido pensado nunca foi editado...e sem regras,costumes ou formas vou escrever porque sim!
Porque calar-me resulta às vezes, mas Hoje parece-me que algo sente necessidade de...só para não deixar morrer...
Porque para isso teria de haver predisposição para...e a preguiça nunca foi aceite como um motivo válido.
Há que dar o verdadeiro uso à máquina, quanto mais não seja para me ir iludindo...e sabe tão bem quando o faço!Permito-me pensar, desenhar ideias, inventar propósitos,engendrar respostas que para os outros sejam entendidas como fáceis, mas que a mim  me envolvam, me embalem, me segurem...sem me prender, de uma maneira ou outra.
E, porque assim me continuo a estudar revendo-me nas minhas palavras,vezes e vezes sem conta...continuo a poder aceitar-me como sendo Eu,sem pedir as palavras emprestadas ou os pensamentos dados.
Escrevendo vou pensando, sem que o pensamento tenha de se colar a alguma teoria que agrade seja quem for, mas que ainda assim me continue a proporcionar aconchego, permitindo-me  desabafar por mim, para mim e comigo...e é bom deixar-me seguir, deixar-me inventar, até que as Palavras em mim me acompanhem as Ilusões,que me são tão queridas.
E vivendo de Sonhos, posso ir sempre mais além do que, na rotina, vou fazendo.
E os julgamentos são aceites e abraçados, até...Porque se me conheço,posso sempre continuar a inventar,para que a morte não seja ela,prematura...!

4 comentários:

Inés disse...

Voltaste a escrever no blog :)
Falta de vontade, a mim é mais falta de inspiração, vá se lá saber...

A Inês que idolatra o Mota :)

Betania disse...

Oh Inês, olha que se ainda fosse falta de vontade ainda passava despercebida, agora falta de inspiração; está assim tão mau?;D sim, falta-lhe sumo, mas para o "regresso" acho que é aceitável :D

A Betânia que VIVE do Mota :D ah?! e agora!?

Inés disse...

E agora gosto muito disso :)

Está assim demasiadamente mau, só saem frases soltas e sem relação umas com as outras, oh :)

Betania disse...

Olha Inês parvinha,é aí que está a sabedoria :D ficas tu a saber!