sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Escassez de recursos facultativos

O fundamental da imensidade geral do todo reside na percepção esmagadora da veracidade e crueldade dos acontecimentos decorrentes da realidade dos factos,tal qual se proporcionam.Nem sempre a estupidez prima pela ignorancia mas antes pela carência facultativa da ignorância ela mesma,isto porque a mediocridade em bruto tende a ser difícil de esculpir quanto mais de modelar.
Se ao processo resoluto do desenvolvimento mental nada se atribui ,muito menos o merecido mérito pelo facto de o processo por si só ser digno de existir então pobre de quem,cuidadosamente tenta desvincular-se daquilo que toma sempre por garantidamente assumido.A falta exímia da força física e moral que torna alguém capaz de actuar e de produzir certos efeitos nota-se na destreza com que certos julgamentos são forjados.
Não me parece sequer necessário apelar à facilidade,capacidade,direito,potência moral e psicológica,está demasiado impregnada a evidência com que faço este mesmo apelo.Nada pode ser tão difícil de adquirir.O que é facto é que a vontade inerente ao desejo da posse está,hoje,sobrevalorizada.Resta-nos esperar que melhores dias virão ou a sátira à escassez desses mesmos recursos quase extintos,deve antes permanecer!?

Sem comentários: