sábado, 20 de setembro de 2008

António Mota,não foste esquecido!

Isto já parece uma acção de solidariedade social porque estamos todos a falar do grande Mota como se este se tivesse finado.Não,segundo o seu blog está vivo e são.Nós por cá,agradecemos.
Lembram-se do Professor Mota!?Lembram-se daquele olhar terno quando se desligava de nós e se perdia a olhar por entre as vidraças e nos falava do tempo,das aves,dos sentimentos inerentes à análise dos poemas!?Lembram-se das lições de vida,sem quaisquer tipo de julgamentos!?Lembram-se das mãos cansadas que com orgulho exibia depois de ter ido ás vindimas!?Lembram-se das comparações que fazia entre nós e os "cãezinhos de Pavlov",quando salivavamos ao invés de lhe respondermos convenientemente!?

Eu lembro-me...e dói.Antes,esquecer-me...Mas não,melhor recordar-me para não o esquecer.Como poderia!?Quem fez de mim gente!

Saudades...


Abraço.


Volte,está perdoado ;)

3 comentários:

Ibel disse...

Betânia,

"Leu"muito bem o seu professor! Sabe? Até eu gostava de ser aluna dele, embora imagine o que ensinava nas aulas.
Claro que devia ser um professor incómodo para quem só gosta de papéis e tem o olhar divorciado do espectáculo deslumbrante da natureza.Por isso ele foi embora, para não morrer de agonia.Ele tem a su espera a vinha, o tanque ao luar, a luz da lua e das estrelas, os pássaros.
A Betânia é uma jovem muito bonita! Lembro-me do seu rosto na escola.Mas bonita é essa alma que casa bem com a imagem.
Um grande beijinho. Voltarei.

Ousar viver, Ousar sonhar disse...

Antes de mais peço desculpa pela 'invasão', mas não consegui resistir a comentar, pois fala de um professor que eu gosto muito e que sem duvida é o melhor professor que conheci até hoje.

Tive a sorte de o ter conhecido e a infelicidade de no ter este professor nos dois anos que me restam.

Hei-de me lembrar sempre do grande professor Mota com muito carinho, admiração e gratidão. Mesmo tendo sido só um ano, mesmo dado 'o estado das coisas' marcaram-me muito todas as suas palavras e lições e todos os seus avisos para deixarmos de 'ir encarneirados' e aprendermos a sermos gente.

Poderia estar aqui o resto do dia, mas acho que já consegui passar a mensagem.

Obrigada Professor António Mota e obrigada Betânia por retratares tão bem o nosso professor.

Ousar viver, Ousar sonhar disse...

Sim, considero-me mesmo isso: sortuda.

obrigada por comentares e obrigada pelo elogio : )

Inês